Chancellerie du Bourbonnais-Auvergne


 
AccueilAccueil  FAQFAQ  RechercherRechercher  S'enregistrerS'enregistrer  MembresMembres  GroupesGroupes  Connexion  

Partagez | 
 

 Archives du Journal AAP

Voir le sujet précédent Voir le sujet suivant Aller en bas 
Aller à la page : Précédent  1, 2, 3
AuteurMessage
Natafael

avatar

Nombre de messages : 3507
Date d'inscription : 17/01/2008

MessageSujet: Re: Archives du Journal AAP   Sam 26 Sep 2009 - 14:00

Citation :
23-09-2009 : Eu entro nas tavernas e tu? - As tavernas na vida de rotina
Alcobaça (AAP)

Sabendo que um dos maiores locais de convívio, além das praças públicas, são as tavernas, a AAP andou nas ruas a colher testemunhos para descrever a importância destes estabelecimentos na vida do Reino.

Era uma manhã solarenga, no compasso de quem quer começar logo a labutar e a alinhar palavras num papel para ir dando corpo a um artigo, lá se agitava um rosto ansioso à porta de mais uma taverna do Reino das incontáveis que visitara e contava ainda visitar. Ao saudar as serventes com um toque na aba do chapéu, sentou-se e fez sinal ao taverneiro mal-humorado que queria beber algo fresco. O ranger da porta anunciava mais uma partida ou chegada ao estabelecimento, mas com uma conversa animada, um após outro, iam falando do quanto era importante passar nem que fosse cinco minutos pela taverna para comer, conversar e beber um copo ou até bater na janela para deixar um recado com o taverneiro.

"Eu gosto de estar nas tavernas porque é lá que se passa a verdadeira vida social da cidade. Ficando de fora das tavernas não vemos a reação popular verdadeira às diversas situações pelas quais a cidade passa. Na taverna nos divertimos e cumprimos nosso dever de cidadãos" – referiu uma jovem. Outro concluiu: “Eu gosto de estar nas tavernas para estar com a família e amigos, fazer novos amigos, divertir-me e estar informado. Não posso esquecer do Culto da Deusa, que é um momento de divertimento entre amigos.”

Reacções as mais diversas descrevem a taverna como um local de agitação social, onde se fazem amizades, onde se encontra a cara metade e, quem sabe, se prepara um futuro casamento. É ali que os cidadãos se actualizavam sobre o andamento da cidade e se ajudam os recém-nascidos e os jovens que lá chegam com palavras generosas e conselhos de quem já amadureceu na vida do dia-a-dia.

“Não sou muito de tavernas. Quando lá estou é para conversar e não gosto de estar a ocupar espaço ou lugar para outros poderem comer. Dou sempre prioridade à da Casa do Povo.” – atalhou outro cliente.

Vega_adc, AAP

Citation :
24-09-2009 : Dinamização nas Cortes: Inaugurado o Gabinete do Maiordomus Curiae
Lisboa (AAP)

A Carta das Cortes, órgão que rege as normas e funcionamento das Cortes Portuguesas, através de seu Artigo X, prevê que o Maiordomus Curiae deverá manter um Gabinete na área pública do Castelo Real para viabilizar ao povo a proposição de projectos e idéias que achem necessário levar ao Crivo das Cortes. Entretanto, essa medida jamais foi realmente executada, já que, o povo só tem podido manter contato com seus Parlamentares através de Cartas Privadas ao Maiordomus ou então de movimentos a frente do Castelo Real.

Contudo, essas medidas, hoje consideradas impróprias, já tem seus dias contados já que, no último dia 20 de setembro do ano da Graça de MCDLVII, a recém eleita Maiordomus Curiae da Coroa Portuguesa e Baronesa de Castelo Novo, Dama Cissa da Guarda, inaugurou seu novo Gabinete que deverá atender daqui por diante a população de Portugal.

Conforme as informações obtidas no Castelo, a obra que durou apenas alguns dias, foi realizada as pressas, conforme determinações da própria Maiordomus que fez questão de supervisionar todas as etapas da construção da nova Sala. Em declaração para a AAP, Dama Cissa nos diz que: "Eu estou apostando nisso. Na carta das cortes diz que o Maiordomus deve manter um gabinete onde a população possa enviar seus projetos para discussão, porém nunca houve um gabinete e os projetos eram deixados livremente pelo castelo real, muitas vezes sendo esquecidos. Agora a população tem um lugar certo onde poderá apresentar seus projetos, pedir explicações, e os projetos serão levados em ordem até as cortes e os resultados apresentados no gabinete."

Dessa forma, o Reino Português galga mais um passo em direção a excelência já que, hoje, a população tem uma forma mais objetiva de manter contato com seus governantes e apresentar suas idéias, apelos e necessidades.

Amigo Solitario, para a AAP.

___________________________________________________
O que você acha da AAP? Critique, elogie ou sugira acontecimentos que devem ser divulgados pela AAP. Escritório Central da AAP: Fórum dos grupos (Fórum 2) >>> AAP - Escritório Central da Agencia Acilion de Portugal.

Quer ser um redactor e escrever artigos para a AAP? Candidate-se no Escritório da AAP, localizado em : http://aap.osreinos.com/Admin.php, fornecendo o mesmo login e palavra-passe usados in game e clique em "Se candidatar à AAP". Após isso, siga as instruções, fornecendo um resumo do teu currículo e um artigo teu, que pode ser fictício, para sabermos do que és capaz de fazer. Após teu currículo e artigo serem aprovados pelo corpo de redactores, serás aceito no grupo!

Citation :
25-09-2009 : Polêmica na Praça de Coimbra: Conde publica o valor real do Tesouro
Coimbra (AAP)

Já faz tempo que a LEX do Reino de Portugal e suas restrições tem sido objeto de constante discussão política na Praça Pública do Condado de Coimbra.

A discussão que se iniciou acerca da situação financeira do Condado em que o Visconde de Nazaré e atual Comandante-Chefe Interino do ERP, Dom Nortadas de Alburquerque alegou que possuia informações acerca do Tesouro de Coimbra estar o dobro da dívida do Tesouro de Lisboa chegou até os dias de hoje.

A questão principal a época, foi que, após a Condessa da Feira, Dama Kiverde Maria Di Corleone ter apresentado cálculos em que diz, ter baseado-se nas estatísticas presentes no Gabinete do Tesoureiro, o tesouro do Condado de Coimbra estar acima dos Cz$ 70.000,00 negativos, situação essa, que foi confirmada após a publicação em plena praça pública de um documento assinado pelo Tesoureiro de Coimbra, através de um conselheiro até hoje, anônimo.

Desde então a questão tem-se mantido acerca da obrigatoriedade do Conde divulgar ou não as informações do Tesouro mesmo com o conhecimento que a LEX de Portugal, concede ao Tesouro do Condado o Estatuto de Informação Confidencial.

Entretanto, uma outra novidade foi colocada a baila através do Conselho de Coimbra a respeito do assunto. No dia, 22 de setembro, o Conde de Coimbra, Dom Abraz de Alcobaça, publicou uma planilha fazendo as comparações dos primeiros e últimos reports desde o VIII Conselho até o atual.

Ao que se vê, o Tesouro do Condado tem obtido uma redução gradual de sua dívida, da seguinte forma:

- Final do VIII Conselho: - Cz$ 38.314,49;
- Início do IX Conselho: - Cz$ 34.055,31;
- Final do IX Conselho: - Cz$ 23.941,09;
- Início do X Conselho: - Cz$ 18.807,69;
- Report em 22.09.1457: - Cz$ 19.658,98.

Estando certos os cálculos do Conde, desde o final do VIII Conselho até a presente data, o Tesouro de Coimbra teve uma redução exata de Cz$ 18.655,51.

Interceptado na entrada do Castelo acerca da possibilidade de enfrentar perante a Real Casa de Justiça, uma queixa crime por incorrência em crime de Alta Traição, o Conde Abraz declara para a AAP: "Eu estou bem consciente dos meus actos,ao contrario de outros eu dou a cara,se tiver que responder perante a justiça que assim seja."

Parece que a questão do Tesouro esta longe de acabar, entre os principais intervenientes da discussão, o povo de Coimbra espera pelo fim do mandato do atual Conselho, tempo que, promete trazer mais novidades.

Amigo Solitario, para a AAP.

___________________________________________________
O que você acha da AAP? Critique, elogie ou sugira acontecimentos que devem ser divulgados pela AAP. Escritório Central da AAP: Fórum dos grupos (Fórum 2) >>> AAP - Escritório Central da Agencia Acilion de Portugal.

Quer ser um redactor e escrever artigos para a AAP? Candidate-se no Escritório da AAP, localizado em : http://aap.osreinos.com/Admin.php, fornecendo o mesmo login e palavra-passe usados in game e clique em "Se candidatar à AAP". Após isso, siga as instruções, fornecendo um resumo do teu currículo e um artigo teu, que pode ser fictício, para sabermos do que és capaz de fazer. Após teu currículo e artigo serem aprovados pelo corpo de redactores, serás aceito no grupo!

Citation :
26-09-2009 : O silencioso Condado do Porto
Porto (AAP)

Quem entra na Sala do Conselho do Condado do Porto pode notar certa agitação em curso. Chama atenção, porém, o fato de que toda a agitação ocorre no gabinete do Procurador Público, onde populares fazem suas denúncias em busca de Justiça.

No escritório do Porta-Voz do Conselho, os últimos anúncios dão conta de que, desde a eleição, as únicas decisões dos conselheiros trazidas a público foram o novo cálculo das quotas de compra de cereais pelo condado e a negação ao pedido de tabelamento de preços feito pelo prefeito de Braga. Antes destes anúncios de Monsenhor Voronwe, empossado como Porta-Voz no dia 23 de setembro, ninguém se manifestava no escritório desde o dia 2 de agosto, quando o anterior Conde Hugo_vieira informou ao povo que as minas estariam fechadas para manutenção.

Na sala que abriga a Assembléia do Condado, há registros de que o Conde respondeu a um indignado Barão Sanctus88, que havia enviado carta onde se lê: "Desde os meus tempos idos de conselheiro os respectivos condes e conselheiros tiveram sempre a preocupação para avisar e redigir alguns comunicados para a pleble e os demais nobres para a sua informação regular, dentro do possível, mas é com espanto que denoto um bloqueio informativo sobre quase tudo".

No Gabinete do Conde não há qualquer sinal de que Dom Razts algum dia tenha usado a bela escrivaninha de mogno que ali existe: desde 20 de junho, quando o então Conde Lancelota deixou sobre o tampo do móvel o seu último relatório ao final de dois mandatos, nenhum documento foi ali depositado. O padrão se repete em quase todas as salas: no Gabinete do Juiz, no Gabinete do Comissário das Minas, do Tesoureiro, do Comissário do Comércio, nada há de novo há mais de um mês.

Eleito a 15 de agosto, o Conselho liderado por Dom Razts, Barão de Ramalde, Visconde de Cedofeita, enfrentou decerto alguns percalços. Houve demissões, como as de Dom William_von e Dom Ierathel. Monsenhor Voronwe de Merlin, em pouco mais de um mês, ocupou os cargos de Comissário do Comércio, Procurador Público e Porta-Voz. Mesmo assim, estes acontecimentos justificam o quase absoluto silêncio dos Conselheiros?

"A lista do Conde foi formada antes da desavença com a Regente, e nela estavam alguns dos mais leais servidores da Dama Sccm. Escusado será dizer que depois da desavença e da eleição, nada, ou quase nada, foi feito. Qualquer votação levava dias e dias, e tínhamos que pedinchar para que votassem. Como regra geral, tudo que foi votado teve o quorum mínimo de sete votos. Os únicos que ainda se preocupam com o Conselho e com o Condado são os membros da outra lista, Dama Quite e Dama Anar, mas elas também estão cansadas pelo excesso de trabalho derivado da inactividade dos outros", disse um indignado Monsenhor Voronwe à AAP.

O Conde Razts refuta a hipótese de que sua divergência com a Regente - que é ainda sua esposa - tenha algo a ver com a aparente falta de comunicação entre Conselheiros e população. "A discordância de idéias entre mim e a regente a meu ver não causou qualquer problema, visto os Reino de Portugales da lista que eu encabecei terem sido plenamente escolhidos por mim, e nenhum se ter manifestado contra ou a favor das minhas declarações pessoais. Se tal tiver acontecido, é uma falta de ética e profissionalismo por parte do Conselheiro/a que tiver de forma propositada levado o Conselho a não realizar alguma tarefa da qual estava encarregue".

Monsenhor Voronwe viu falta de ética e profissionalismo em ao menos uma conselheira, e iniciou discussão para decidir qual a providência adequada a tomar, já que a lei prevê que conselheiros inativos sejam afastados do Castelo. No entanto, poucos foram os que opinaram sobre o caso. Os dias se passaram e, segundo as informações do Monsenhor, nada foi feito: a conselheira não foi afastada, o processo de traição sugerido não foi colocado em votação e o Conde não se pronunciou sobre se pediria ou não que o acesso da conselheira fosse retirado. Tal omissão teve efeitos graves, pois Monsenhor Voronwe apresentou a sua carta de demissão no mesmo dia em que reabriu o escritório do Porta-voz. O Conde Razts vê esta demissão como a única consequência da falta de comunicação entre o Conselho e a população: "Até à data apenas houve uma demissão pelo que se passa, do ex-Conselheiro Voronwe."

Dom Razts discorda da tese de que o Conselho esteja inativo. Segundo ele, cada conselheiro desempenha seu cargo com máximo rigor, mesmo que não compareçam aos seus gabinetes. A falta de relatórios, ainda segundo o que acredita o Conde, não deve ser motivo de preocupação. No entender do Conde, o povo deveria ficar preocupado se os seus representantes eleitos deixassem de exercer as suas funções como devem, o que não acontece. O Conde finaliza dizendo que "são usadas outras possibilidades para comunicar e relatar eventos e achar soluções. Se o Conselho do Porto peca por falta num lado, no outro tem que chegue.Tudo tem ordem e está bem explicado. Todos sabem o que fazer de forma a apoiar o povo e estar com ele em todas as ocasiões".

O Condado do Porto, o mais antigo de Portugal, já foi palco de muita movimentação e participação popular na vida política do Condado e também do Reino. Não vão tão longe os tempos em que cada votação para escolha de um novo Conde era assunto que corria de boca em boca, reunindo as pessoas na praça, ao redor de barraquinhas de comida e outros produtos. Agora, tudo ali é silêncio. Se por um lado a calma dos Conselheiros pode causar estranheza, a presumível apatia dos cidadãos também é surpreendente. Será o Conselho a imagem refletida nas águas límpidas do Douro quando lá se debruça o povo, ou o contrário?


C., para a AAP

______________________________________________________________________________________
O que você acha da AAP? Critique, elogie ou sugira acontecimentos que devem ser divulgados pela AAP. Escritório Central da AAP: Fórum dos grupos (Fórum 2) >>> AAP - Escritório Central da Agencia Acilion de Portugal.

Quer ser um redactor e escrever artigos para a AAP? Candidate-se no Escritório da AAP, localizado em : http://aap.osreinos.com/Admin.php, fornecendo o mesmo login e palavra-passe usados in game e clique em "Se candidatar à AAP". Após isso, siga as instruções, fornecendo um resumo do teu currículo e um artigo teu, que pode ser fictício, para sabermos do que és capaz de fazer. Após teu currículo e artigo serem aprovados pelo corpo de redactores, serás aceito no grupo!

Citation :
26-09-2009 : William_von é eleito(a) prefeito(a) de(o)(a) Braga
William_von é eleito(a) prefeito(a) de(o)(a) Braga porque recolhe a maioria dos votos exprimidos.1. William_von : 75.6%
2. Rafaellima : 17.8%
3. Abellouco : 6.7%
Revenir en haut Aller en bas
Voir le profil de l'utilisateur
Natafael

avatar

Nombre de messages : 3507
Date d'inscription : 17/01/2008

MessageSujet: Re: Archives du Journal AAP   Sam 15 Oct 2011 - 2:09

Citation :
20-09-2011 Resultados da primeira ronda

Resultados da primeira ronda :

Nome Percentagem
nortadas 71.59 %
tugas_eagle 28.41 %


nortadas recolhe a maioria absoluta dos votos!

Citation :
23-09-2011 Livro IV da Constituição em discussão no Parlamento
Lisboa, KAP


Foi apresentado na passada Quinta-Feira dia 15, pelo então Príncipe-Regente (e agora Rei) Nortadas de Albuquerque, um documento intitulado Livro IV da Constituição Portuguesa.

Seguindo o mesmo esquema dos três livros da Constituição já em vigor, este novo livro elaborado pela Comissão de Legisladores da Coroa portuguesa tem como objectivo "regular a aplicação universal da Justiça em Portugal".

Entre os treze artigos que compõem o documento, sobressai-se a legislação sobre Órgãos Judiciais, Agravantes e Atenuantes, Espécies de Penas e Princípios Gerais da Justiça.

Questionado sobre o Código Penal a aplicar em caso de um processo ir parar à Real Casa da Justiça, Dom Nortadas explicou que "Crimes da Jurisdição Condal são julgados de acordo com o CP Condal. Crimes da Jurisdição Régia são julgados de acordo com o CP Nacional. Tanto os Juízes dos Condados, como os da RCJ, julgarão os crimes de acordo com a sua Jurisdição."

Na ausência de quaisquer oposições ao documento apresentado, prevê-se que o mesmo seja ratificado e que entre em vigor ainda esta semana.

AS, para a KAP

______________________________________________________________________________________
O que achas da KAP? Critica, elogia ou sugere acontecimentos que devem ser divulgados pela KAP. Escritório Central da KAP: Fórum dos grupos (Fórum 2) - KAP - Escritório Português da Kingdoms Associated Press.

Queres ser um redactor e escrever artigos para a KAP? Candidata-te no Escritório da KAP, localizado em : http://www.degloriaregni.com/KAP/login.php, fornecendo o mesmo login e palavra-passe usados in game e clica em "Postuler à la KAP". Após isso, segue as instruções, fornecendo um resumo do teu currículum e um artigo teu, que pode ser fictício, para sabermos do que és capaz de fazer. Após o teu currículum e artigo serem aprovados pelo corpo de redactores, serás aceite no grupo!

Citation :
24-09-2011 Real Chancelaria recruta novos diplomatas
Real Chancelaria, Castelo Real
(KAP)

Após a nomeação do agora Rei de Portugal, Nortadas de Albuquerque, como Regente e a sua consequente demissão do cargo de Real Chanceler do Reino de Portugal, eis que Dom Matheus Ildefonso Luiz Martins de Almeida e Miranda, candidato único à vaga na chefia da diplomacia portuguesa, depois de ratificado pelo Parlamento, assume o cargo em plenitude. Sua Senhoria inicialmente refere que "Há uma constante necessidade de renovação de quadros na Real Chancelaria, pois precisamos de formar novos diplomatas antes que os antigos se retirem".

Sublinhando as já crónicas dificuldades "em encontrar diplomatas fluentes em francês, italiano, e alemão", acrescenta também que são estas as línguas chave na diplomacia europeia, as "faladas nos reinos do centro da Europa que são os mais poderosos e diversificados de todos, com constantes conflitos internos e mudanças de poder". Outra das preocupações do recém-ratificado Real Chanceler é a navegação pois, com ela, "a Europa tornou-se mais pequena, como no início deste ano vimos, após os ataques ao Castelo do Porto."

Não sendo de ignorar os esforços diplomáticos dos últimos meses encetados pela Chancelaria, o Chefe da Diplomacia Portuguesa refere que "é importantíssimo termos bons contactos, boas relações com outros estados, e um bom serviço de informações sobre o que se passa à nossa volta" e defende que o diplomata a trabalhar na Real Chancelaria Portuguesa "que, mais que assinar tratados, compreenda os estados onde está, e saiba fazer deles nossos aliados".

DV, para a KAP.
______________________________________________________________________________________
O que achas da KAP? Critica, elogia ou sugere acontecimentos que devem ser divulgados pela KAP. Escritório Central da KAP: Fórum dos grupos (Fórum 2) - KAP - Escritório Português da Kingdoms Associated Press.

Queres ser um redactor e escrever artigos para a KAP? Candidata-te no Escritório da KAP, localizado em : http://www.degloriaregni.com/KAP/login.php, fornecendo o mesmo login e palavra-passe usados in game e clica em "Postuler à la KAP". Após isso, segue as instruções, fornecendo um resumo do teu currículum e um artigo teu, que pode ser fictício, para sabermos do que és capaz de fazer. Após o teu currículum e artigo serem aprovados pelo corpo de redactores, serás aceite no grupo!

Citation :
24-09-2011 Condado de Lisboa lança Projeto Pote de Ouro
Lisboa, Paços do Condado

O Condado de Lisboa, tendo em conta as mudanças na administração do Condado a ser divulgadas em breve, resolveu pela mão do seu Intendente de Obras e Minas, o Monsenhor Unclescrooge da Gama dinamizar o "Pote de Ouro" que, segundo o referido conselheiro, "é idêntico ao usado em Coimbra, ou seja após o trabalho nas minas os mineiros devem apresentar os seus pagamentos através de imagem e assim adquirem um bilhete por dia trabalhado". Recolhidos depois um número mínimo de bilhetes e inscritos, far-se-à "o sorteio que poderá não calhar a ninguém fazendo isso "jackpot", o tal Pote de Ouro".

Defendendo a importância das minas para o cenário de recuperação económica almejado nos três Condados do nosso Reino, o Monsenhor declara que "O sentido deste concurso é mobilizar todos os cidadãos, de todos os estratos sociais em torno das minas e com isso poder retribuir o seu empenho de alguma forma, de forma a possibilitar a recuperação do tesouro de Lisboa [tendo] em vista o futuro mais escuro que se avizinha."

DV, para a KAP.
______________________________________________________________________________________
O que achas da KAP? Critica, elogia ou sugere acontecimentos que devem ser divulgados pela KAP. Escritório Central da KAP: Fórum dos grupos (Fórum 2) - KAP - Escritório Português da Kingdoms Associated Press.

Queres ser um redactor e escrever artigos para a KAP? Candidata-te no Escritório da KAP, localizado em : http://www.degloriaregni.com/KAP/login.php, fornecendo o mesmo login e palavra-passe usados in game e clica em "Postuler à la KAP". Após isso, segue as instruções, fornecendo um resumo do teu currículum e um artigo teu, que pode ser fictício, para sabermos do que és capaz de fazer. Após o teu currículum e artigo serem aprovados pelo corpo de redactores, serás aceite no grupo!

Citation :
04-10-2011 Eleição para o conselho de(o) Condado do Porto: MI recolhe a maioria absoluta dos assentos
LISBOA (AAP) - A lista Movimento Independente obtém mais votos na eleição para o conselho de(o) Condado do Porto, e de facto, obtém maioria absoluta dos assentos. Deste modo, poderá governar sozinha.

Distribuição dos votos:

1. "Movimento Independente" (MI) : 100%

A distribuição proporcional dos assentos no conselho, em função dos votos, é feita da seguinte forma:

1 : Kalled (MI)
2 : Lfrvot (MI)
3 : Sanaywoo (MI)
4 : Mpontes (MI)
5 : Marramaque (MI)
6 : Richelieu (MI)
7 : Roberta (MI)
8 : Miguel_1993 (MI)
9 : Naada (MI)
10 : Lancelota (MI)
11 : Shyido (MI)
12 : Thiago (MI)

Os novos membros do conselho irão reconhecer o(a) próximo(a) Conde(ssa) dentro de dois dias. O(a) conde(ssa) irá então ser empossado(a) pela Santa Igreja, prestar homenagens ao seu soberano, e nomear os principais cargos da província.
Revenir en haut Aller en bas
Voir le profil de l'utilisateur
 
Archives du Journal AAP
Voir le sujet précédent Voir le sujet suivant Revenir en haut 
Page 3 sur 3Aller à la page : Précédent  1, 2, 3
 Sujets similaires
-
» [Partenaire] Archives du Journal de bord de La Guerre des Puissants
» [Guyenne] Archives du Journal AAP
» Archives du Journal AAP
» Les archives des Blood Bowl Magazines
» [Le Renouveau] - Les Archives d'Amakna

Permission de ce forum:Vous ne pouvez pas répondre aux sujets dans ce forum
Chancellerie du Bourbonnais-Auvergne :: Archives de l'AAP...-
Sauter vers: